Siga-nos

Justiça: UOL revela que Patrícia Poeta diz que Lo-Bianco trabalha na destruição de reputação de pessoas públicas

Publicado

em

Nesta semana, o processo movido por Patrícia Poeta contra Alessandro Lo-Bianco teve uma nova atualização. A apresentadora enviou uma nova petição à juíza do caso, alegando que mesmo durante o processo, continua sendo atacada por ele.

O Splash do UOL teve acesso ao documento: “Muito embora tenha conhecimento do ajuizamento da presente ação, [Lo-Bianco] continua perseguindo e assediando ferozmente [Patrícia Poeta], ora inventando fatos jamais existentes, ora simplesmente comentando postagens por ela realizadas em páginas de terceiras pessoas”.

Ainda no documento, Poeta cita uma interação que aconteceu no último sábado por meio do Instagram, quando a atriz Elizabeth Savala desmentiu uma informação falsa veiculada no programa A Tarde É Sua, da RedeTV.

“Elizabeth, querida, sinto por você e entendo seu sentimento. Vivo isso há 12 meses — mentira atrás de mentira. E tem pessoas que ainda acreditam. Até quando, né? Sucesso mais e mais! Você merece!”, escreveu Patrícia nos comentários da publicação.

Lo-Bianco inclusive, respondeu o comentário de Patrícia: “‘Eu sei o que você fez no verão passado?’ O que você vive há 12 meses é rejeição. Não adianta escolher um repórter pra assediar processualmente e tentar calar os demais. Escolheu o profissional errado. Beijos”.

Para a juíza, Patrícia usa o argumento de que ele faz isso para obter engajamento na internet: “[Lo-Bianco] assim age porque tem conhecimento de que a simples menção ao nome [de Patrícia Poeta] faz com que a audiência do programa televisivo do qual participa aumente significativamente”.

O texto segue: “Como se pode ver, [Lo-Bianco] identificou na destruição da reputação de pessoas públicas uma forma de gerar engajamento e obter ganhos financeiros, fato esse que será devidamente evidenciado com a colheita da prova testemunhal indicada na inicial acusatória. Patrícia Poeta, através de advogados”.

+ Ana Maria Braga deixa Fabíola Reipert sem jeito com ‘bronca’ durante visita a RecordTV para gravação de especial

A apresentadora do Encontro ainda cita cita outros processos e até uma condenação de Lo-Bianco. Anteriormente ele foi condenado por “injúria discriminatória” por falas sobre a religião de uma ex, e é acusado de agressão, cárcere privado e violência doméstica por outro ex.

A carta assinada pelo advogado de Patrícia ainda diz: “Embora se apresente como um ‘jornalista investigativo’, [Lo-Bianco] tem se mostrado mais para investigado do que para jornalista”.

A defesa de Lo-Bianco contestou a declaração do advogado de Patrícia Poeta no processo judicial. Em nota a equipe dele argumentou que a interação do jornalista com a apresentadora em uma rede social pública não foi uma perseguição, mas uma defesa legítima de seu trabalho e uma expressão de livre opinião, especialmente porque se tratava de uma pauta do programa em discussão.

“Patrícia Poeta, em provável busca de testemunhas para o seu processo interferiu difamando o trabalho de Lo-Bianco em uma pauta que não era sobre ela. Na intenção de instigar uma colega de profissão contra o jornalista, que apenas defendeu seu ofício diante do comentário da apresentadora”, disse a defesa de Lo-Bianco.

Copyright © 2024 News Theme. Atlz.online