O que é tecnologia Assistiva?

 

 

 

 

 

Você já ouviu falar em Tecnologia Assistiva? Se não, está na hora de conhecer essa área incrível que tem transformado a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo.

A Tecnologia Assistiva é um conjunto de recursos e dispositivos desenvolvidos com o objetivo de ajudar e facilitar a vida de pessoas com deficiências e limitações físicas, sensoriais ou cognitivas.

Então, neste artigo, vamos explicar o que é Tecnologia Assistiva e como ela está mudando a forma como as pessoas com deficiência interagem com o mundo ao seu redor.

Tecnologia assistiva

Tecnologia assistiva é um termo que se refere a qualquer tipo de tecnologia, dispositivo ou sistema projetado para melhorar a qualidade de vida, a autonomia e a independência de pessoas com deficiência ou dificuldades específicas.

Assim, o objetivo dela é ajudar essas pessoas a realizar tarefas diárias, acessar informações, se comunicar, se locomover e participar mais plenamente na sociedade.

Para que serve a tecnologia assistiva?

A tecnologia assistiva serve para várias finalidades, todas centradas em melhorar a qualidade de vida e a inclusão de pessoas com deficiência ou dificuldades específicas.

Então, a seguir  estão algumas das principais finalidades e benefícios da tecnologia assistiva:

  • Promover a autonomia e independência: Ajudam as pessoas com deficiência a realizar tarefas diárias por conta própria, como se vestir, cozinhar, limpar, navegar pela casa, entre outros;
  • Facilitar a comunicação: Para pessoas com dificuldades de comunicação verbal, tecnologias assistivas como softwares de CAA (Comunicação Alternativa e Aumentativa), dispositivos de rastreamento ocular e aplicativos de mensagens de texto podem ajudar na expressão de pensamentos, necessidades e desejos;
  • Acesso à informação: Leitores de tela, ampliadores de texto e softwares de reconhecimento óptico de caracteres (OCR) ajudam pessoas com deficiência visual a acessar e ler informações em formatos digitais e impressos;
  • Facilitar a mobilidade: Desde cadeiras de rodas motorizadas até dispositivos de controle de ambiente por meio de voz ou movimentos corporais, a tecnologia assistiva pode melhorar a mobilidade e facilitar a locomoção em ambientes internos e externos;
  • Auxiliar na educação e aprendizado: Softwares de leitura de tela, softwares de ditado e dispositivos de entrada alternativos ajudam alunos com deficiência a acessar informações e participar de atividades educacionais.

Por que é importante investir em tecnologias assistivas?

Investir em tecnologias assistivas é importante por várias razões. A seguir estão alguns dos principais motivos. Veja!

Inclusão Social e Igualdade de Oportunidades

Tecnologias assistivas promovem a inclusão social, permitindo que pessoas com deficiências participem plenamente na sociedade, em ambientes educacionais e profissionais, promovendo igualdade de oportunidades.

Autonomia e Independência

Estas tecnologias capacitam as pessoas com deficiência, permitindo-lhes realizar tarefas de forma independente, aumentando a sua autonomia e autoconfiança.

Acesso Universal à Informação

Tecnologias assistivas tornam a informação mais acessível para pessoas com deficiência, através de recursos como softwares de leitura de tela, legendas, ou interfaces adaptadas, facilitando o acesso à informação.

Melhoria na Qualidade de Vida

Ao facilitar a realização de tarefas diárias, as tecnologias assistivas contribuem para uma melhor qualidade de vida, reduzindo barreiras e aumentando a eficiência.

Estímulo à Inovação Tecnológica

Investir em tecnologias assistivas impulsiona a inovação tecnológica, levando ao desenvolvimento de soluções cada vez mais avançadas e eficazes para atender às necessidades das pessoas com deficiência.

Quais os exemplos de tecnologia assistiva?

Como visto, A tecnologia assistiva desempenha um papel crucial na promoção da independência, acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência ou necessidades especiais.

Logo, essas tecnologias abrangem uma variedade de dispositivos, equipamentos e sistemas projetados para atender às necessidades individuais e melhorar a qualidade de vida dos usuários.  Abaixo estão alguns exemplos:

  • Cadeiras de rodas motorizadas: Estas cadeiras são controladas eletronicamente e oferecem maior mobilidade para pessoas com dificuldades motoras;
  • Próteses avançadas: Próteses modernas podem incluir sensores e sistemas de controle que permitem maior precisão e funcionalidade para pessoas que perderam membros;
  • Leitores de tela: Software e dispositivos que convertem texto em voz ou braille, permitindo que pessoas com deficiência visual acessem informações em computadores e dispositivos móveis;
  • Sistemas de comunicação alternativa e aumentativa (CAA): Esses sistemas incluem dispositivos como tablets ou computadores com software especializado que permite a pessoas com dificuldades de comunicação expressar-se através de símbolos, imagens ou voz sintetizada;
  • Sistemas de controle ambiental: Dispositivos que permitem que pessoas com deficiências físicas controlem eletronicamente dispositivos em suas casas, como luzes, termostatos e aparelhos, usando interfaces adaptadas.

Quais as categorias de tecnologias assistivas?

Com já visto, essas tecnologias visam superar barreiras físicas, cognitivas, sensoriais e comunicacionais, permitindo que pessoas com diferentes habilidades e necessidades possam realizar diversas atividades do dia a dia.

As tecnologias assistivas envolve e várias soluções, adaptadas para atender às necessidades específicas de cada indivíduo.

Logo, elas podem ser classificadas em várias categorias, com base nas áreas em que oferecem suporte. Aqui estão algumas das categorias mais comuns de tecnologias assistivas:

  • Tecnologias para mobilidade: Incluem dispositivos como cadeiras de rodas elétricas, scooters motorizadas, próteses e órteses, bengalas e sistemas de controle de ambiente para permitir a locomoção independente e facilitar o acesso a diferentes ambientes.
  • Tecnologias de comunicação aumentativa e alternativa (CAA): Englobam sistemas e dispositivos que auxiliam pessoas com dificuldades de comunicação verbal. Isso pode incluir pranchas de comunicação, softwares de fala sintetizada, aplicativos de comunicação por texto e dispositivos de rastreamento ocular.
  • Tecnologias visuais e auditivas: São recursos desenvolvidos para auxiliar pessoas com deficiências visuais ou auditivas. Isso pode incluir lentes de contato especiais, lupas eletrônicas, sistemas de leitura de tela, aparelhos auditivos, implantes cocleares e sistemas de alerta visual para pessoas surdas.
  • Tecnologias para acessibilidade digital: Referem-se a soluções que tornam os computadores, dispositivos móveis e a Internet mais acessíveis para pessoas com deficiências. Isso pode envolver softwares de leitura de tela, teclados e mouses adaptados, legendas para vídeos, contraste de cores ajustável e outros recursos de personalização.
  • Tecnologias de auxílio cognitivo: São recursos desenvolvidos para apoiar pessoas com deficiências cognitivas, como dificuldades de memória, atenção ou organização. Essas tecnologias podem incluir lembretes eletrônicos, aplicativos de gerenciamento de tarefas, dispositivos de localização e sistemas de organização visual.
  • Tecnologias para atividades da vida diária: Englobam dispositivos e adaptações projetados para facilitar tarefas cotidianas, como vestir-se, tomar banho, comer e cozinhar. Isso pode incluir adaptações ergonômicas em utensílios, sistemas de controle doméstico automatizado e ajudas para a alimentação.

 

 

A Tecnologia Assistiva tem sido verdadeiramente revolucionária, proporcionando a inclusão e a independência para pessoas com deficiência.

Você também deve se interessar

Como baixar músicas do YouTube

Como baixar músicas do YouTube

Você está procurando uma maneira de ter suas faixas favoritas sempre à mão, mesmo sem internet?...

Dudu Camargo fala pela primeira vez após live de garoto de programa: ‘fake news’

Dudu Camargo fala pela primeira vez após live de garoto de programa: ‘fake news’

Nos últimos dias, Dudu Camargo, famoso apresentador e jornalista brasileiro, viu seu nome envolvido...

Ana Maria Braga surpreende ao revelar valor de primeiro salário como apresentadora na TV: ‘Fiz teste e passei’

Ana Maria Braga surpreende ao revelar valor de primeiro salário como apresentadora na TV: ‘Fiz teste e passei’

A apresentadora Ana Maria Braga, comentou no último domingo, 30, sua demissão da Record TV, há mais...

Você está aqui: